Momento de Gratidão

folhasdeoutono De Manhã bem cedinho um velhinho se esforça para juntar todas as folhas secas de um imenso jardim, colocando-as num saco plástico preto. Logo acima de sua cabeça os galhos de uma grande árvore se apressam em entregar mais e mais folhas secas, num só movimento de seus galhos ao soprar do vento, caem centenas de folhas secas pintando de amarelo novamente o chão que ele acaba de limpar. Sou chamada a observar esta cena, e por um instante o tempo para. É in…descritível a beleza da criação! Sou tomada por um sentimento de plenitude tão grande e experimento por um segundo a sensação de não-pensamento, a liberação total da mente. Sinto-me preenchida pela Presença de Deus, que insiste em se manifestar de forma tão simples, passando desapercebido àquele velhinho que com cara de esforço, nem imagina que está participando da composição de algo tão belo. Limitando-se a voltar a juntar as folhas que continuamente caem do alto. >>>>>Penso ” em quantas vezes sou o velhinho compondo um cenário Sagrado como este, sem consciência alguma com a percepção limitada que fica a olhar pra baixo colhendo as folhas secas, sem enxergar a beleza que elas espalham colorindo o Ar, o chão, o olhar e o Coração de tantos que estão a volta.” —Lenshari del Sol

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *